Site de cara nova!

0 comentários

Depois da repaginada no blog, foi a vez do meu site oficial sofrer algumas mudancinhas. Demorou até tudo ficar nos conformes, mas cá estamos, de roupa nova!


No site novo vocês tem acesso a quase tudo o que já tem aqui no blog - agenda, bio, informações sobre os livros e links de contato - mas agora com um ar muito mais profissional e clean!


Quem assinou a mudança foi a designer Larissa Azevedo! Vocês podem conhecer mais do trabalho dela clicando aqui.

Pra ver o site, acesse: www.larissasiriani.com.br

Como nasceu "Amor Plus Size"

4 comentários
Por que os autores nunca escrevem sobre personagens principais feios (personagens com baixa autoestima não contam!!!!)?

Essa pergunta, enviada pela leitora Sofia, apareceu no formulário do Larissa Responde outro dia, e eu quase dei risada quando li. A pergunta pode parecer inocente, mas é bastantes séria. E eu mesma já me peguei pensando nela várias vezes enquanto lia meus chick-lits preferidos.

Porque, de uma forma geral, personagens feios não existem. Vamos fazer um exercício rápido pra testar essa teoria: pense em todos os seus personagens preferidos da literatura, independente do gênero. Quantos deles tinham a descrição de um deus grego? E quantos pareciam comuns, talvez até feinhos? Não muitos, né? Se passarmos a olhar só pras personagens femininas, quantas se enxergavam feias? E quantas realmente eram? Pois então. A questão é que a literatura, quase como todas as formas de arte, acaba por retratar aquilo que é belo, utópico até - o cara perfeito, lindo, rico e todo poderoso, que se apaixona pela gata borralheira, transformada em Cinderela. Todo mundo é maravilhoso, e nenhum deles é real. É o que torna as histórias desejáveis.

Não vou dizer que esse foi exatamente o meu ponto de partida na hora de escrever Amor Plus Size; a bem da verdade, foi apenas uma das questões que eu queria trazer com essa história. Quando comecei a escrever, eu só tinha uma frase em mente pra valer como uma sinopse: menina gordinha se transforma em modelo plus size. Eu estava na casa de uma amiga, e anotei a ideia no recibo da pizza. Acho que tenho o papel guardado até hoje.

A ideia ficou matutando na minha cabeça. Eu nunca tinha lido nenhum livro com uma personagem gorda até então - já tinha lido histórias com personagens sem autoestima, que regravam o peso por tudo, complexadas com o tamanho da bunda, mas nunca nenhuma verdadeiramente gorda. Gorda assim, como eu, na época com os meus quase noventa quilos e a pressão de tentar me enfiar numa calça tamanho 48, porque era humanamente impossível encontrar uma tamanho 50. Muitas coisas me incomodavam na época - meu peso, minha autoestima, minha vida - mas a maior delas era olhar à minha volta e pensar: eu não sou a exceção. Eu sou a regra. Ninguém é perfeito. Essa ilusão de que só tem gente bonita no mundo é absurda.

Então, conforme a história foi crescendo na minha cabeça por mais de um ano, eu imaginei esse livro em que todas as pessoas tinham algum defeito, - um nariz grande, um quadril muito largo, cabelo ruim, o excesso de peso - este pequeno universo em que os personagens seriam como todo mundo é na vida real: imperfeito. Inseguro. Um livro onde a aparência importasse, mas não do jeito como a gente imagina; onde a mocinha dá a volta por cima sem precisar ter corpo de miss, onde o mocinho faz as meninas suspirarem não por ser o gatão do pedaço, mas por ter personalidade. O tipo de livro que eu gostaria de ter lido quando tinha meus 15,16 anos, ou mesmo agora. Um livro que me lembrasse que eu posso ser sensacional sem precisar me enquadrar no modelo de beleza de ninguém.

Não serei eu a dizer se consegui ou não aquilo que me propus a fazer. Afinal de contas, opinião de mãe não conta, né? Mas gosto de acreditar que a Maitê vai conseguir fazer alguma diferença na vida de quem leu, como fez na minha vida. Ela aprendeu tanto comigo quanto eu com ela - com ela e com todos os personagens do livro, cada qual com a sua batalha. No fim do dia (ou do livro), espero que vocês, leitores, possam olhar pro espelho e ver o mesmo que ela viu: que todo mundo, à sua própria maneira, é espetacular.

Adicione Amor Plus Size no Skoob - Divulgue com a tag #AmorPlusSize no Twitter

Larissa Responde #12

0 comentários

Inscreva-se no canal pra ficar sempre por dentro das novidades.

Participe das próximas edições do Larissa Responde enviando sua pergunta sobre qualquer tema no formulário abaixo:

 

Minha programação pra Bienal do Livro 2014

1 comentários
A vinte dias da Bienal - sim, VINTE DIAS!! - está mais do que na hora de eu divulgar a minha programação, certo? Como vocês sabem, todo ano, na época da Bienal, eu me divido entre trabalho e diversão, e divulgo tudo o que eu pretendo fazer de modo que vocês possam me encontrar em qualquer lugar no evento, e não só dentro do estande. E como tem coisa pra caramba acontecendo na Bienal, é claro que eu estou doida pra ver um monte de coisas. Vou atualizando esse post com a lista de atrações a que quero comparecer conforme eu for descobrindo mais coisas. Então, vamos lá!

SEXTA, 22 DE AGOSTO

Dia de compras e reconhecimento de terreno. Posso ser encontrada em qualquer lugar da Bienal. É o dia em que é mais fácil só me mandar um tweet perguntando onde eu estou, ou esbarrar comigo no corredor.

SÁBADO, 23 DE AGOSTO

12h - Sessão de autógrafos comigo no estande da Editora Literata (informações clicando aqui)

Este é o horário oficial, mas no sábado estarei o dia todo no estande da Literata. É fácil me reconhecer: eu sou a louca vestida de cigana. Não tenha medo, eu não mordo. No máximo, enfeitiço #entendedoresentenderão

DOMINGO, 24 DE AGOSTO

11h - Papo de Garotas com Paula Pimenta e Bruna Vieira (informações clicando aqui)
12h - Autógrafos com Babi Dewet
15h - Autógrafos com Cassandra Clare (informações clicando aqui)

SEGUNDA, 25 DE AGOSTO

15h - Autógrafos com Maurício Gomyde (informações clicando aqui)
O restante do dia será passado no estande da Editora Literata

TERÇA, 26 DE AGOSTO - QUINTA, 28 DE AGOSTO

Dias inteiros passados no estande da Editora Literata

SEXTA, 29 DE AGOSTO

Não vou pra Bienal #fuén

SÁBADO, 30 DE AGOSTO

11h - Autógrafos com Leila Rego (informações clicando aqui)
13h - Autógrafos com Bianca Briones (informações clicando aqui)
15h - Autógrafos com Luciane Rangel (informações clicando aqui)
17h - Autógrafos com Raphael Draccon (informações clicando aqui)

DOMINGO, 31 DE AGOSTO

Dia inteiro passado no estande da Editora Literata.

Vale ressaltar que, salvo nos finais de semana, meus horários na Bienal vão girar em torno das 9 às 17h. Se pintar qualquer dúvida ou se vocês não me encontrarem por qualquer motivo, sempre podem me chamar no Twitter.

Agradecimentos especiais ao Garota It por esse post maravilhoso que me ajudou a organizar essa agenda <3 br="" nbsp=""> Vejo vocês lá?
 
Larissa Siriani | Copyright © Design por Naiare Crastt • Mantido pelo Blogger