Coisas que todo autor precisa PARAR de fazer

descaradamente roubado do blog
sejemenas.blogspot.com
Sabe quando você vê várias pessoas tendo um determinado comportamento relativamente ruim em comum, e se pergunta por que ninguém nunca disse "para, migo, tá feio"? Pois é, sou assim com relação a outros autores. Gosto de acompanhar o trabalho dos meus colegas, de ajudar como posso - e exatamente por isso, quando vejo alguém fazendo alguma coisa que tem CILADA escrito com letras neón e garrafais por cima, às vezes não consigo me conter.

Então essa é pra todos os autores, que de vez em quando precisam de um toque. Afinal, também somos gente.

1) PARE de fazer propaganda por inbox; esse é provavelmente o "método de divulgação" mais inconveniente já inventado, e eu realmente me pergunto o que a pessoa que o criou tinha na cabeça. Pra mim, receber propaganda do livro de alguém por inbox é tão invasivo quanto um e-mail de spam - eu não pedi, eu não quero, e eu não faço a menor ideia do que a pessoa espera conseguir atingindo. Confie em mim, existem pelo menos umas mil outras formas de se divulgar sem precisar encher o saco de todo mundo no cantinho privado das mensagens de Facebook.

2) PARE de marcar todo mundo em todas as postagens; eu não consigo decidir se isso é pior do que mandar mensagem privada com spam, mas garanto que é igualmente chato. Quando você marca 0998686685 pessoas em todos os seus posts de propaganda, as pessoas a) vão te taxar de mala sem alça, b) vão te dar uma curtida solidária, que é pior que curtida nenhuma, c) não vão ler seu conteúdo e dificilmente vão passar aquilo pra frente. Pior ainda, podem bloquear sua existência do Facebook delas, porque sinceramente, ninguém é obrigado. Não é bacana, não é eficaz, então não faça.

3) PARE de se achar a última bolacha do pacote; e eu digo isso inclusive à mim mesma, porque somos todos bichos egocêntricos, e tendemos a achar que somos os detentores de toda a sabedoria, toda a arte, e muitas vezes, de todo o sofrimento. Achamos que somos injustiçados, que não recebemos uma chance, que a vida é um lugar injusto e o mercado editorial não nos dá valor. Bom, adivinha só? Não é só com você. Tem muita gente pastando bem aí, do seu lado, e uma coisa positiva que você pode fazer, em vez de só reclamar, é ajudar o colega. Um ajuda o outro, que ajuda o próximo, que ajuda o um, e isso ajuda todo mundo de alguma forma. Saia de si mesmo. Olhe em volta.

4) PARE de criar barraco na internet; e isso vale pra tudo, ok? Vale pra propagar confusão com quem você não se dá bem, vale pra falar mal de outros autores nacionais, vale pra responder comentários maldosos, e principalmente, vale pra tentar criar caso com quem não gosta do seu livro. Quero dizer, não, gente, apenas não. Isso não é legal, queima filme com todo mundo, e fale o que falar, ninguém nunca esquece de um barraco. Mesmo que signifique engolir alguns sapos, seja simpático ou, no mínimo, saiba quando ficar de boca fechada. Sua autoimagem se preserva e todo mundo agradece.

5) PARE de achar que ser escritor significa publicar um livro; e talvez isso seja uma opinião pessoal, mas eu acredito que ser autor é mais do que estar numa editora top do mercado, ou mesmo ter um livro físico em mãos. Conheço muito autor que se fez na internet, muita gente que precisou de anos dando a cara a tapa virtualmente pra sequer ter coragem de investir seu tempo numa publicação. Achar que a finalidade de escrever é publicar pra mim é tão vazio quanto comprar um monte de coisas que a gente não precisa. Publicação é um processo natural que vem com tempo e esforço, e não é uma coisa que deveria interferir enquanto você está escrevendo. Permita-se escrever e só. O que vier depois vem depois. Fim de papo.

Leia também:
Alegrando-se pelo próximo
Manual de bons modos para autores e blogueiros

2 comentários:

  1. clap clap clap Lari!
    Isso também é uma ótima dica para blogueiros rs.

    ResponderExcluir
  2. Adorei!
    Atitudes básicas, mas bem importante de serem lembrada!
    Bjos,
    Helena

    http://doslivrosumpouco.wordpress.com

    ResponderExcluir

 
Larissa Siriani | Copyright © Design por Naiare Crastt • Mantido pelo Blogger